Inspirada em novela “Caminho das Índias”, Atriz Karol Garrett investe na cultura indiana

Karol Garrett – Foto: Woody / Thomaz Assessoria

A atriz Karol Garrett é apaixonada pela cultura indiana e com a volta da novela “Caminho das Índias”, que a inspirou pesquisar e se aprofundar na cultura indiana, volta à tona temas ligados a cultura, comportamento e dança, então a atriz resolveu escrever um artigo contando sobre sua ligação e paixão pelos “Caminhos das Índias”.

“Fico feliz em saber que “Caminho das Índias” está sendo reprisada e espero que isso traga o interesse pela Índia e por Bollywood para muitas outras pessoas. Participar de um filme de Bollywood para mim, hoje, seria mais gratificante do que participar de um em Hollywood.

Sempre achei interessante a cultura indiana mas confesso que até assistir a novela “Caminho das Índias” nunca tinha pesquisado sobre a cultura. Na época em que a novela foi ao ar, não perdia um capítulo e aprendia muito. O interesse se tornou tão grande que comecei a pesquisar cada vez mais sobre a cultura daquele país.

Quase 4 anos atrás resolvi que iria me aprofundar mais na cultura indiana e me matriculei na aula de Kathak que o Centro Cultural da Índia em São Paulo oferece. O Kathak é uma dança clássica da índia, e seu nome tem origem dos Kathaks, nomadês da Índia antiga que eram conhecidos como contadores de histórias.

A dança usa movimentos para contar mitos e a história de escrituras sagradas indiana. Na maioria das vezes contam histórias dos Deuses. É uma dança sagrada, conhecida pelos sinos, guizos, que os dançarinos usam nos pés. Me identifiquei muito com o estilo de dança por ele se cruzar bem com as artes cênicas. Minha professora de Kathak, indiana que se mudou para o Brasil depois que se casou com um brasileiro de descendência indiana, dava aulas também de Bollywood. Como sempre gostei de dança, e por Bollywood ser um ritmo mais moderno e animado, não pensei duas vezes e comecei a fazer as aulas, em pouco tempo entrei para o grupo de dança Namastê Índia, fundado pela mesma professora. O grupo se destaca no meio por seguir bem as origens não só do Bollywood mas também das danças folclóricas da Índia.

Karol Garrett – Foto: Woody / Thomaz Assessoria

A dança Bollywood é a dança que vemos ao assistirmos um filme feito em Bollywood, a indústria cinematográfica indiana. O nome tem origem da mistura de Bombaim (antigo nome de Mumbai) e de Hollywood. Essa indústria é uma das maiores do mundo, criando, por ano, mais filmes do que Hollywood. Acho que o grande motivo dessa indústria não ser tão popular no Brasil é primeiramente por todos os filmes serem em Hindi, e segundo por que estamos acostumados com filmes tipicamente americanos. Bollywood é diferente. Seus enredos são diferentes, normalmente eles tem cerca de duas horas de duração e tem muita dança no meio. Os filmes seguem padrões indianos, então raramente vemos um casal se beijando no filme. Normalmente esse beijo é substituído por um número de dança onde o casal canta sobre o amor que sentem. Para quem está acostumado com o padrão Hollywoodiano de cinema, pode estranhar um pouco no começo, mas a diversão e a intensidade dos filmes não fica para trás dos americanos. Seus atores são verdadeiros astros no país e em muitos outros onde a indústria bollywoodiana é famosa, como o Chile, por exemplo. Eles têm premiações próprias e por diversas vezes atores hollywoodianos participaram dela, como por exemplo John Travolta. As músicas dos filmes do momento são o grande sucesso das rádios. Por mais que existam cantores e grupos musicais na Índia, eles dividem o espaço das rádios com músicas de filme.

A tradição da dança na Índia é muito forte. Lá homens, mulheres, crianças e idosos dançam sempre que podem para comemorar algo ou simplesmente por que gostam.

A comunidade indiana no Brasil me recebeu muito bem desde o primeiro dia. Sempre me explicaram sobre a cultura e não só me ensinaram sobre a dança mas também sobre os costumes. De aprender a usar um saree até em como participar e agir em uma cerimônia religiosa. Minha professora hoje é como uma irmã mais velha para mim. Sempre respondeu e me ensinou sobre a vida na Índia, sobre os filmes e até a pronunciar palavras em hindi. Hoje a cultura indiana não só da dança e dos filmes faz parte da minha vida como a religiosa também. Acredito e respeito os costumes deles e cada dia que passa tenho mais vontade de conhecer o país e de tentar uma carreira lá.

Página do grupo de dança:

https://www.facebook.com/GrupoNamasteIndia

Anúncios

Obrigado por participar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s