BARRETOS: Centro de Reabilitação inicia tratamento com toxina botulínica

unnamed (3) 

Na manhã desta segunda, 25, no Centro Municipal de Reabilitação Solange Lana de Ávila, teve inicio a aplicação do novo método de tratamento feito com toxina botulínica em 22 pacientes atendidos pela unidade. Na ocasião o secretário municipal de saúde, Alexander Stafy Franco esteve presente e ressaltou a importância da conquista “a chegada deste novo procedimento em nosso município, qualifica ainda mais os trabalhos do Centro, trazendo maior solubilidade aos serviços ofertados a todos os pacientes”.

O tratamento por meio da toxina botulínica está sendo utilizado pela primeira vez em Barretos, e deve beneficiar aqueles pacientes que, por exemplo, sofreram uma paralisia devido a um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

“A toxina será aplicada em pacientes que possuem uma rigidez muscular exagerada e, com isso não conseguem se desenvolver ou andar e movimentar os membros corretamente”, salientou a coordenadora do Centro Municipal, Alessandra Regina de Andrade Silva, destacando que o novo método auxiliará na reabilitação dos atendidos. “Com os músculos mais maleáveis, os movimentos ficam mais livres, facilitando os trabalhos de fisioterapia”, afirmou.

Enviada ao município pelo Ministério da Saúde, a toxina botulínica atenderá apenas pacientes em reabilitação. “Dos 30 avaliados no mês de agosto, foram classificados para o procedimento 22 pacientes, que retornaram ao Centro de Reabilitação para s aplicação. O tratamento é contínuo com aplicação de 3 a 4 meses em cada paciente” enfatizou Alessandra.

Novas avaliações de pacientes deverão acontecer no primeiro trimestre de 2014.O médico responsável e habilitado para as aplicações é o neurologista Marcelo Ubaiz, contratado pela empresa fornecedora da toxina.

Toxina Botulínica:

unnamed (4)

A toxina botulínica, tipo A 500U, é um medicamento de origem biológica amplamente utilizada na reabilitação e controle de distúrbios do movimento. O mecanismo de ação da toxina se faz por bloqueio de condução entre o nervo e o músculo. Como resultado, o músculo fica enfraquecido e relaxado, aliviando espasmos e contrações indesejadas. A toxina é mais conhecida pelo seu uso em tratamentos estéticos, mas o seu emprego na neurologia é amplamente estabelecido, com excelentes resultados para algumas condições específicas.

A aplicação da toxina na musculatura reduz a intensidade das hipertonias, ou seja, possibilita um período de relaxamento muscular durante o qual é possível ganhar movimentação funcional, ampliar as possibilidades de locomoção e transferência, aumentar a independência para cuidados pessoais com higiene e vestuário.

 

Anúncios

Obrigado por participar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s